I Can See You
As minhas músicas, os meus pensamentos, as minhas reflexões...
31 de Dezembro de 2011

Não é mesmo fácil ver a pessoa de quem gostamos feliz com o seu namorado. E com o tempo, começamos a deixar de acreditar que um dia poderemos estar juntos e começamos a pensar que temos de seguir em frente e deixar a vida dela seguir o seu curso. E acima de tudo, um dia começamos a pensar que poderemos encontrar a felicidade junto de outra pessoa. Estamos cansados de esperar por algo que poderá nunca vir a acontecer.

 

Mas no nosso íntimo, queremos encontrar uma razão para continuar a acreditar que um dia ainda será possível. Queremos encontrar um sinal do lado dela que nos permita suportar o sofrimento que estamos a ter actualmente, por ela não ter tempo para nós, nem para responder a uma simples mensagem, pois ela só tem tempo e disponbilidade para o seu namorado. Pois estamos naquela fase em que estamos a fazer tudo para evitar os sentimentos que temos por ela e estamos com medo de que chegue aquele momento em que saberemos no nosso íntimo de que já não valerá a pena continuar a ter esperança.

E que o melhor será mesmo afasta-la completamente da nossa vida, pois será doloroso tentar recomeçar a vida com outra pessoa, com ela sempre próxima no nosso dia a dia. Mesmo que isso implique abdicar da sua amizade, retirá-la da nossa vida será um sacrifício para termos um novo começo.

 

Sentimos que o tempo está a correr e que precisamos de sair desta prisão em que nos encontramos por culpa dela. Estamos sem esperança de que ela perceba que pode ser feliz connosco mas ao mesmo tempo esperamos que isso aconteça. Mas por enquanto continuamos a respirar dia a dia, a aguentar este sofrimento, num estado de incerteza permanente. Pois caso ela queira, estamos preparados para abrir o nosso coração e mudar a nossa vida por ela e prontos para que ela alegre a nossa vida.

Mas estamos neste momento sozinhos, com uma dor indescritível no coração e vamos pensando no nosso futuro. E tentamos recuperar o nosso coração que foi sequestrado por ela, pois queremos ser finalmente felizes... com ela... ou sem ela...

 

 

"Give me any reason to believe
'Cause I swear I'm done here
'Cause I've seen a bigger picture
And I'm looking for some answers

Tell me that it's worth it
'Cause I'm doing all I can to fight it
And I've never been this scared
And my moment's finally here

Time's racing (Please slow down)
I got to find my way out
I'm hopeless (But hoping)
My lungs won't fail me now
'Cause I'm still breathing

It's hard to be a man
But I'm doing all I can
I'm ready to give this all I have
I'm ready to be amazed
'Cause I'm standing here alone
Trying to make this life my own
And nothing will keep this heart from beating
I'm still breathing

Promise me some dignity
If I were to stand and die here
'Cause my heart is somewhere else
It's a pain I've never felt.

 

Where do we all find love?"

 

 

publicado por Matt Xell às 12:13 link do post
24 de Dezembro de 2011

Por mais que nos custe, nem sempre a rapariga de quem gostamos sente o mesmo por nós.

E ela está tão apaixonada pelo seu namorado que nem nota que nós existimos, quando queremos falar com ela à noite como dantes.

E ela nem imagina a dor que as palavras dela nos causam, quando ela nos diz que não pode falar connosco nessa noite ou quando nos ignora por completo. Pois não ouvimos as palavras que queríamos ouvir da sua boca.

 

Ela nem imagina o impacto que ela tem em nós, pois a nossa vida não é a mesma sem ela e achamos que nunca seremos verdadeiramente felizes e que não conseguríamos viver sem ela. Pois ela é uma pessoa que nos compreende e sabe perfeitamente o que sentimos e só o facto de estar com ela nos permite escapar do trabalho complicado que ambos temos e fazer-nos aguentar aquelas noites complicadas e nos apoiar.

 

Mas começamos a aperceber-nos de que ela se está a afastar de nós e sentimos que existe uma pessoa que pode ocupar o espaço dela no nosso coração. Apesar dessa outra rapariga não ser perfeita para nós, poderá ajudar-nos a sair deste mundo de tristeza que a pessoa de quem gostamos nos colocou. E sentimo-nos naquela posição complicada em que temos de decidir se tentamos esquecer a rapariga que realmente amamos e talvez arriscar com outra rapariga. Encontramo-nos perdidos e a sofrer por a nossa alma gémea não gostar de nós, e temos de decidir se queremos ser encontrados por outra pessoa, que pode salvar-nos deste estado de angustia permanente. A questão que se coloca é se queremos ser encontrados ou continuar perdidos à espera dela.

 

 

"I know you left me standing there
Out of the calm of the coldest air
I don't believe the words you said
But I can't find the words I want
Oh, I can't find the words I want

If you were gone in another life
I don't believe I would just survive
I could feel you next to me
An escape from the world I'm in...

Somebody found me here
Somebody held my breath
Somebody saved me from the world you left

If you're gonna cry my tears
If you're gonna hold my breath
If you're gonna let me see the sun you set
Oh, I am lost and found
Oh, I am lost and found "

 

 

publicado por Matt Xell às 11:33 link do post
17 de Dezembro de 2011

"You think that true love

is the only thing that can crush your heart;

that will take your life and light it up, or destroy it....

Then you become a mother."

 

                        in Grey's Anatomy

 

Nada pode causar tanta dor como o verdadeiro amor. Apesar de nos poder proporcionar as maiores alegrias da nossa vida quando a pessoa que gostamos também está apaixonada por nós, também poderá causar muita dor quando essa pessoa é feliz com o seu namorado.

Quando se ama alguém de verdade que não sente o mesmo por nós, isso magoa o nosso coração, que fica esmagado pela dor e mágoa por não estarmos com ela ao nosso lado. Sentimos que a nossa vida está incompleta e danificada, pois falta qualquer coisa. Sentimos a falta dela quando queremos partilhar o que sentimos ou os nossos sonhos. Sentimos a dor por ela estar com outra pessoa, quando sabemos que ela é a pessoa perfeita para nós. Uma pessoa parecida connosco e como tal introvertida e com dificuldades em confiar em nós, mas em quem confiamos plenamente. Alguém cujo sorriso nos faz sorrir.

Por isso, o verdadeiro amor pode destruir a nossa vida. E nessas situações, apenas a esperança de que um dia nós também sejamos o verdadeiro amor dela, faz iluminar o nosso futuro. Pois não acreditamos que podemos ser realmente felizes sem ela. Podemos ambos seguir a nossa vida com outras pessoas, mas sentiremos sempre que os nossos corações, apesar de poder pertencerem a essass pessoas, nunca estarão totalmente preenchido se não estivermos juntos.

 

 

 

 

publicado por Matt Xell às 19:59 link do post
11 de Dezembro de 2011

Há alturas em que sentimos mesmo em baixo, pelo facto de não estarmos com a pessoa que gostaríamos e que achamos que seria perfeita para nós.

E estamos completamente destroçados por dentro, pois sabemos que neste momento ela está feliz com outra pessoa. Sentimo-nos vazios por dentro e  o nosso coração dói tanto e sangra pela dor provocada pelo facto dela estar com outra pessoa. E cada dia que passa, a nossa esperança de ficar com ela vai desaparecendo. Até porque notamos que ela já não vai tendo tempo para a nossa amizade e para nos responder à noite, pois vai estando cada vez mais tempo com o namorado.

 

E procuramos uma resposta para o nosso futuro e tentamos perceber se é assim que queremos continuar a sentir-nos. Será que queremos fazer algo diferente do que estamos a fazer e meter-nos num terreno incerto para nós e com o qual não estamos à vontade e entrar no desconhecido, para que ela saiba o que sentimos por ela? E é o eterno confronto entre a razão e o coração, pois a razão diz-nos para não fazer nada que estrague a amizade, enquanto que o coração diz-nos para arriscar. A razão diz-nos para esquecê-la e aproveitar outra oportunidade que surgiu e seguir a nossa vida em frente com outra rapariga que gosta mesmo de nós. Mas o coração mantém a ilusão de que um dia poderemos ser feliz com a pessoa que realmente gostamos. E é essa mentira que nos faz continuar a ter esperança, por mais que ela vá diminuindo, à medida que o tempo vai passando.

E temos consciência de que não nos deveremos contentar com outra pessoa só porque a tal está neste momento indisponível.

 

Só pensamos que ela alegra o nosso coração e nos faz sorrir sempre que a vimos.

E toda esta dor que ela nos causa, vai-nos transformando e deixamos de ser quem somos e não percebemos como o nosso coração pode estar tão partido por alguém que não sente o mesmo por nós. Por alguém em quem confiamos em quase tudo. Só não lhe contamos o que realmente sentimos por ela... Mas ela nem imagina o quanto nos custa reprimir o que sentimos e o quanto gostaríamos de lhe dizer que a amamos.

 

 

 

"Yesterday I died, tomorrow's bleeding
Fall into your sunlight
The future's open wide beyond believing
To know why hope dies


And finding answers
Is forgetting all of the questions we call home
Passing the graves of the unknown
As reason clouds my eyes, with splendor fading


Illusions of the sunlight
And the reflection of a lie will keep me waiting
Love gone for so long

This day's ending is the proof of time killing all the faith I know
Knowing that faith is all I hold
And *I've* lost who I am
And I can't understand
Why my heart is so broken..."

 

publicado por Matt Xell às 11:30 link do post
08 de Dezembro de 2011

Há alturas em que ouvimos uma música e pensamos que é uma fotografia da nossa vida.

Por vezes amamos uma rapariga, que neste momento é feliz com o seu novo namorado. Mas a imagem dela não sai da nossa cabeça todas as noites e por vezes não dormimos pois só conseguimos pensar que ela não está ao nosso lado. E por mais que o tentemos, não conseguimos calar as vozes na nossa mente e a dor no nosso coração.

Mas sabemos que neste momento ela gosta de outra pessoa e que não podemos obrigá-la a gostar de nós e a sentir algo por nós. Por mais que isso nos custe, o coração dela pertence neste momento a outra pessoa. Mas isso não nos impede de continuar a ama-la e deixar o nosso coração à sua mercê.

O pior de tudo é que não podemos dizer-lhe o que sentimos, pois ela é feliz e dizer-lhe qualquer coisa apenas nos faria sentir melhor por termos desabafado e estragar a amizade que temos. Mas não a queremos magoar e queremos que ela seja feliz.

Por isso, tentamos à noite dormir para não pensarmos no amor que ela não sente por nós. Mas sem qualquer sucesso.

Mas temos a esperança que um dia ela comece a confiar a sério em nós e nos conheça melhor e que os sentimentos dela por nós mudem. Não podemos obrigá-la a gostar de nós, pelo que só podemos ter a esperança de que um dia ela perceba que pode ser feliz connosco e que nunca a iremos magoar. E que o coração dela comece a bater mais forte por nós... Mas isso poderá nunca acontecer, pois não podemos obrigar ninguém a amar-nos...

 

 

"Turn down the lights
Turn down the bed
Turn down these voices inside my head

Cause I can't make you love me if you don't
You can't make your heart feel something it won't

Here in the dark, in these final hours
I will lay down my heart and I'll feel the power
But you won't, no you won't
Cause I can't make you love me if you don't.

I'll close my eyes, then I won't see
The love you don't feel when you're holdin me..."

publicado por Matt Xell às 15:40 link do post
03 de Dezembro de 2011

Quando gostamos mesmo de alguém que está neste momento com outra pessoa, analisamos tudo o que ela diz e qualquer palavra ela fica na nossa cabeça, mesmo que já tenha sido dita há algum tempo. O facto de nos apercebermos de que ela está feliz com outra pessoa e não sente o mesmo por nós, está a magoar-nos continuamente e fazer com os nossos dias sejam mais cinzentos.

 

E pior, acaba por fazer com que tenhamos receio de nos abrir com ela com medo de sofrer. E o facto de não nos abrirmos, por sermos introvertidos faz com que ela também não se sinta ainda à vontade para se abrir connosco, por ela ser também introvertida. A única forma de mostrarmos o que somos realmente, passa por não ter receio de confiar nela, derrubar os muros que erguemos durante a nossa vida e não ter receio de dizer o que nos passa pela alma e esperar ganhar assim a confiança dela.

Pois ela não sabe que se ela se abrir e permitir-nos entrar na sua vida, irá fazer com que nos abrimos ainda mais com ela para que ela possa conhecer-nos de verdade... o verdadeiro eu. 

E que estamos dispostos a abrir-nos e desabafar coisas íntimas com ela neste momento sem esperar que ela faça o mesmo em troca e queremos que ela saiba hoje que iremos esperar todo o tempo do mundo para ganhar a confiança dela, para que ela se sinta à vontade para fazer o mesmo e que saiba que possa confiar mesmo em nós e que se aperceba de que nunca a iremos magoar, para que sejamos verdadeiros amigos.

E queríamos chegar ao ponto de a fazer sorrir, apenas com uma troca de olhares entre os dois, sinal de que tínhamos uma verdadeira cumplicidade e que ela tinha encontrado o verdadeiro eu.

 

 

 

"Something is said, it sits in my head
It's been there too long, it's killing me slow
It's rolling around, it's pushing me down
It's keeping the good part of me closed

Can't you see that when I find you, I'll find me

Oh I need you to know today I'll wait for you always
Oh I need you to know today I'll wait for you always

My only weakness, is knowing your secrets
and holding them close, and hold them tight
I know the way to silently make you
smile with my eyes, when you're trying to fight

 

Cause when I find you, I'll find me"



 

publicado por Matt Xell às 09:52 link do post
01 de Dezembro de 2011

Há alturas em que sentimos mesmo a falta de não estarmos com a pessoa que gostamos, pois ela está com outra pessoa. Nestes dias cinzentos e frios de Dezembro, sentimos mesmo que existe qualquer coisa de errado na nossa vida, pois ela não está com a pessoa a quem ela deveria pertencer, e nos nossos braços. Existe um vazio que apesar de já termos tentado, apenas pode ser preenchido por ela. Mas ela não tem a mínima ideia do que sentimos, pelo que inconscientemente apenas prolonga a nossa sensação. E duvidamos do amor, pois este apenas nos faz sofrer e ficar deprimidos no Inverno.

 

Quem visse de fora a situação, diria-nos que as coisas nunca iriam resultar e que o amor nunca iria crescer. Diriam-nos que este assunto estaria enterrado. Mas por mais que saibamos isso, não conseguimos aceitar. Mas por agora, sentimos que apenas podemos ser amigos  e construir uma relação de confiança. Pode ser que ela perceba através das nossas palavras que pode mesmo confiar a sério em nós e que nós nunca faríamos algo que a poderia magoar ou fazer sofrer. E que essa será a chave para que ela se sinta à vontade para aproximar de nós, dada a sua timidez e introversão e deixar cair o muro que ergueu à sua volta. E a mera presença dela, irá ajudar-nos a superar estes dias de Inverno.

 

 

"This is my winter song.
December never felt so wrong,
'cause you're not where you belong;
Inside my arms.

 

Is love alive?
Is love alive?

 

They say that things just cannot grow
beneath the winter snow,
or so I have been told.

 

They say we're buried far,
just like a distant star
I simply cannot hold.

 

My voice; a beacon in the night.
My words will be your light,
to carry you to me."

 

 

 

 



 

publicado por Matt Xell às 09:52 link do post
My playlists

Update: 10 músicas que transferi recentemente para o meu leitor de mp3

1. David Fonseca - All that I Wanted

2. Maroon 5 - Payphone

3. Taylor Swift - We are never getting back together

4. Fun - Some Nights

5. Michael Kiwanuka - Home Again

6. Christina Perry - A Thousand Years

7. Florence & The Machine - Shake it out

8. Keane- Silenced by the night

9. Gotye - Somebody that I used to Know

10. Awol Nation - Sail

 

Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
subscrever feeds
mais sobre mim
Contactos

Perfil Facebook

links
Os meus filmes

Filme Favorito

Clube dos Poetas Mortos

Update: Último filme que vi no cinema...

Patrulha de Barro

Nota: ***

Último filme em DVD que vi...

Os Vingadores

As minhas séries de TV

Série Favorita de todos os tempos

Friends

Update: Séries que estou a ver...

- Sangue Fresco

- A Teoria do Big Bang

- Foi assim que aconteceu

Séries que estou a descarregar da Net...

The Voice- Season 3

Guilty Pleasure

Glee

blogs SAPO